Nostalgia em excesso faz mal

26/09/2008

Nostalgia é uma coisa que me irrita bastante. Claro que há exceções nostálgicas, que vou tratar no próximo post, mas a maioria é dispensável. Não me agrada escutar pessoas fazendo comparações sem sentido, sem argumentos, sem o mínimo de pensamento racional. Uma delas é sobre a Internet. A rede de computadores tem, logicamente, seu lado ruim para a humanidade. O lado negro da força também tem sua parcela, tais como a pedofilia, o roubo de informações sigilosas e a invasão de privacidade. O ditado é velho, mas nunca morre; Em todo cesto tem sua laranja podre. Será assim sempre. Mas é loucura não dizer os diversos benefícios que ela nos trouxe. Posso citar apenas alguns para ilustrar nosso Digimundo. Hoje não precisamos enfrentar trânsito horrível do hipercentro em busca de um atestado de bons antecedêntes, podemos entregar a declaração do famigerado Imposto de Renda via site da receita, além de fazer pesquisas de diversos assuntos, entre outras facilidades. As laranjas podres existem, estão por aí, mas é fato que há muito mais laranjas doces do que podres em todo cesto da Internet.

Nenhum comentário :